Aspectos Socioambientais associados à ocorrência de Dengue em um Município do estado do Mato Grosso

Bárbara Pellissari Pellissari, Antonio marcos Aguilar, Mônia Maia Lima, Wagner Izidoro Brito

Resumo


Justificativa e Objetivos: a dengue apresenta-se como um dos problemas mais significativos do mundo em relação à saúde pública. Sua expansão geodemográfica entre as unidades federadas do Brasil preocupam as autoridades sanitárias e profissionais de saúde. O Brasil é um país de clima tropical, com variações pluviométricas heterogêneas de acordo com cada região, o que pode influenciar direto a prevalência deste agravo em âmbito sistêmico. Considerando o exposto, o objetivo do presente estudo foi analisar a relação dos aspectos socioambientais com os casos de dengue no município de Primavera do Leste/MT entre os anos de 2010 a 2012. Métodos: pesquisa quantitativa, de característica descritiva e transversal, realizada a partir de dados secundários obtidos através de Sistemas de Informação de Agravos Notificáveis, Sistema de Informação de Febre Amarela e do Instituto Mato Grossense do Algodão. Resultados: o acúmulo e lixo ao redor dos domicílios foi um ponto relevante detectado no estudo, assim como o predomínio de depósitos artificiais passíveis de remoção/proteção no peri-domicílio que apontou ter valor no índice de infestação do vetor, o que leva a indicar maior influência das condicionantes sociais, que pode estar associado com aspectos de hábitos culturais da população. Conclusão: não foi possível associar o aumento ou a redução dos números de casos com os fatores climáticos, já que praticamente não ocorreu variação de temperatura e pluviosidade. O estudo mostrou ser relevante levar em consideração os aspectos culturais da população de cada região, já que as formas de controle da dengue estão intrinsecamente ligadas às variáveis socioambientais.
DESCRITORES: Dengue. Vigilância Epidemiológica. Prevenção Primária.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/reci.v6i1.6330



Direitos autorais 2016 Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo




Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção - ISSN 2238-3360

Hospital Santa Cruz
Núcleo de Epidemiologia Hospitalar/Comissão de Controle de Infecção
Rua Fernando Abott, 174
Santa Cruz do Sul - RS - Brasil