Refletindo sobre o processo de institucionalização do idoso

Robson Rezende Dutra, Sheila Cristina Vargas, Luciana Tornquist, Debora Tornquist, Vanessa Amábile Martins, Suzane Frantz Krug, Valeriano Antonio Corbellini

Resumo


Justificativa e Objetivo: O envelhecimento é um processo natural que vem obtendo maior relevância e preocupação a partir do aumento considerável da expectativa de vida da população. É observado que atualmente ocorre um aumento de estudos relacionados com o cuidado do idoso, em especial daquele que se encontra em uma Instituição de Longa Permanência (ILP). O objetivo deste artigo é discutir sobre o processo de institucionalização do idoso e sobre as
características do grupo familiar e perfil da população internada nestas instituições. Conteúdo: O aumento da população idosa ao longo do tempo é acompanhado por modificações na estrutura e rotina familiar, fazendo com que, para muitas famílias, torne-se inviável atender as necessidades do idoso. Deste modo, as Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) constituem-se em uma alternativa para suprir estas necessidades, proporcionando cuidado amplo pelo trabalho de equipe multidisciplinar. No entanto, deve-se ter uma atenção especial, para que não ocorra uma quebra no vínculo familiar do idoso, visto que a família é uma ferramenta essencial na qualificação do cuidado. Conclusão: É fundamental abandonar o conceito de que ao ingressar nas ILPIs o idoso está abandonado e desamparado, pois com a mudança na rotina familiar, a implantação da Política Nacional do Idoso e o aprimoramento das instituições, esta tornou-se uma alternativa importante para o bem estar do idoso, permitindo acesso a uma assistência que, muitas vezes, não receberia em seu ambiente familiar, sendoimportante a manutenção do vínculo familiar, pois constitui-se em importante ferramenta para a qualidade de vida do idoso.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/reci.v1i1.8040



Direitos autorais 2016 Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo




Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção - ISSN 2238-3360

Hospital Santa Cruz
Núcleo de Epidemiologia Hospitalar/Comissão de Controle de Infecção
Rua Fernando Abott, 174
Santa Cruz do Sul - RS - Brasil