Perspectiva do enfermeiro frente à assistência no tratamento de feridas em ambiente hospitalar.

Fernanda Sabrina Machado, Arlete Eli Kunz da Costa, Luis Felipe Pissaia, Carmem Elisa Beschorner, Claudete Moreschi

Resumo


Justificativa e Objetivo: Percebe-se a importância do profissional enfermeiro sobre os cuidados de enfermagem que deve ter com pacientes portadores de feridas, para tanto, o objetivo principal é conhecer a perspectiva do enfermeiro frente aos cuidados de enfermagem no tratamento de feridas em ambiente hospitalar. Métodos: Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, transversal, com abordagem qualitativa, realizado com enfermeiros integrantes da Comissão de Feridas de um hospital de médio porte no Vale do Taquari - RS. Resultados: Existe um consenso sobre a importância do trabalho do enfermeiro, principalmente inserido em equipe multidisciplinar para efetividade no tratamento das feridas, sendo este, figura chave no processo de prevenção ou tratamento de lesões, bem como na construção de protocolos científicos e treinamentos, para qualificação da assistência, sem esquecer a importância dos registros, como importante ferramenta de comunicação. Conclusão: Conclui-se que há necessidade de programas de educação continuada que enfoque a discussão e avaliação de caso, bem como se observa a importância dessa comissão no tratamento dos pacientes, devido a sua estruturação multidisciplinar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/reci.v7i3.8920



Direitos autorais 2017 Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo




Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção - ISSN 2238-3360

Hospital Santa Cruz
Núcleo de Epidemiologia Hospitalar/Comissão de Controle de Infecção
Rua Fernando Abott, 174
Santa Cruz do Sul - RS - Brasil