O ÓCIO COMO UM DIREITO PERPASSADO PELA EDUCAÇÃO

Eliane Juraski Camillo

Resumo


O presente texto tem por intuito trazer à tona a questão do ócio e seu arcabouço teórico, entendido como um direito perpassado pela educação, procurando tecer uma reflexão acerca do estado da arte do mesmo em uma sociedade que vive uma situação de desequilíbrio em relação ao mesmo, onde o pêndulo histórico parece estar pendido em favor do trabalho. É papel da educação, pois, reverter essa situação, possibilitando que o homem seja visto como um todo, não apenas como um par de braços para o trabalho.
Palavras-chave: Ócio. Trabalho. Liberdade. Educação. Humanização

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rea.v19i1.1973



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo