GESTÃO DE PESSOAS: DE RECURSOS HUMANOS AO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIAL

Carla Cristina Dutra Búrigo, Clésar Luiz Loch

Resumo


Este ensaio teórico-empírico tem como objetivo possibilitar reflexões sobre o processo de constituição da área de Gestão de Pessoas no que tange a concepção de homem, de mundo e de sociedade, revelando a possibilidade de elevar o processo de gerenciamento de recursos humanos ao de desenvolvimento humano e social. Para tanto, situamos como realidade concreta para estudo neste ensaio, a área de Gestão de Pessoas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), no que se refere a sua ação como unidade administrativa diante da política de desenvolvimento e do contexto no qual está inserida. A Pró-Reitoria de Desenvolvimento Humano e Social (PRDHS/UFSC) é um órgão executivo da administração superior, criada com o objetivo de auxiliar o Reitor em suas tarefas na área de Gestão de Pessoas, com vistas à melhoria do nível de qualidade de vida no trabalho do servidor , a sua potencialização como agente de transformação social e a humanização das relações de trabalho. Concebemos que a área de Gestão de Pessoas é um desafio lógico. É viver entre a utopia e a realidade cada vez mais estreita e sufocante, e das contradições e antagonismos do que é necessário fazer e o que verdadeiramente se faz diante da tônica do desenvolvimento.


Palavras-chaves: Gestão de Pessoas; Desenvolvimento; Trabalho; Universidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rea.v19i1.2028



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo