EXPERIÊNCIA E DOCUMENTAÇÃO: É POSSÍVEL ARTICULAR ESTES CONCEITOS?

Cláudia Inês Horn, Jacqueline Silva da Silva

Resumo


Este trabalho apresenta o conceito de experiência fundamentado em Larrosa (2002, 2004) e a sua articulação com a documentação pedagógica. A experiência é o que nos passa, ou o que nos acontece, ou o que nos toca. O sujeito da experiência seria como um território de passagem, na qual aquilo que passa afeta de algum modo. A documentação pedagógica é vista como uma possibilidade de tornar visível a construção da memória do grupo de crianças em seu contexto escolar, trazendo os conceitos de observação, registro e reflexão como ações estruturantes, inter-relacionadas e inerentes ao processo documentar. Na medida em que o acontecimento experiência ocorre no contexto escolar, nas relações e interações entre criança-criança e crianças-adultos, a estratégia da documentação pedagógica se faz importante no sentido de revisitar, relembrar, revelar as aprendizagens das crianças.

PALAVRAS CHAVES: Experiência. Documentação Pedagógica. Educação Infantil. Contexto escolar. Criança.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rea.v19i2.2369



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo