CULTURA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA: A EDUCAÇÃO ESPECIAL E OS PROCESSOS FORMATIVOS DE PROFESSORES

Autores

  • Guacira de Azambuja
  • Carmen Rosane Segatto e Souza
  • Sílvia Maria de Oliveira Pavão

DOI:

https://doi.org/10.17058/rea.v20i2.2770

Palavras-chave:

educação especial, professores, gestão educacional, inclusão, cultura

Resumo

A presente pesquisa do tipo bibliográfica tem como objetivo discutir as peculiaridades dos processos formativos de professores de educação especial por meio de uma cultura educacional inclusiva. Constatou-se que existem especificidades que marcam a formação do professor de educação especial advindas do contexto educacional histórico marcado pela Política Nacional na Perspectiva Inclusiva. Tal perspectiva formativa sugere a existência de outros fatores que influenciaram e influenciam a educação especial e o professor que nela atua. Dentre os fatores associados a esse processo, está a cultura de educação inclusiva que se define como marco da formação do professor de educação especial. Conclui-se que para além de uma proposta desafiadora na formação do professor de educação especial, devem ser focalizadas questões da legislação e de uma política pública de formação geral que atenda as necessidades educacionais dos alunos.

Downloads

Publicado

2012-12-18