O CONCEITO DE FUNÇÃO NA EDUCAÇÃO BÁSICA VIA REGISTROS DE REPRESENTAÇÃO SEMIÓTICA

Autores

  • Paulo César Oliveira
  • Rogério Fernando Pires

DOI:

https://doi.org/10.17058/rea.v20i2.3038

Palavras-chave:

Registros de Representação, Sequência didática, Função, Fenômenos de congruência e não-congruência, Educação Básica

Resumo

O presente estudo teve por objetivo investigar que categorias de registros escritos são mobilizadas por alunos do 9º ano do Ensino Fundamental envolvidos com atividades matemáticas relativas ao pensamento funcional, tendo como principal referencial teórico as ideias da teoria dos Registros de Representação Semiótica de Raymond Duval. O estudo que consistiu na aplicação e posterior análise das atividades que compuseram uma sequência didática, foi realizado com um grupo constituído de 38 estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública estadual, localizada na cidade de Pilar do Sul, interior de São Paulo. Os resultados encontrados após a análise da produção de informações revelam que os registros mais utilizados foram os multifuncionais de representação discursiva e os registros monofuncionais de representação discursiva e, ainda que as relações entre a congruência e não-congruência das representações de um objeto matemático, delimitam a compreensão do mesmo.

Downloads

Publicado

2012-12-18