AS PRÁTICAS DE MATEMÁTICA E OS EFEITOS NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE ANOS INICIAIS

Marta Cristina Cezar Pozzobon, Elí Terezinha Henn Fabris

Resumo


A partir dos estudos foucaultianos, buscamos entender como as práticas de matemática têm produzido efeitos na formação do professor de matemática nos anos iniciais e argumentamos que esses efeitos ultrapassam as fronteiras do pedagógico e dos conteúdos disciplinares dessa área de conhecimento, fazendo parte de uma “política geral” de verdade que envolve as concepções de conhecimento científico, de matemática e de ensino de cada época. Os materiais que consideramos foram produzidos em um Curso de Nível Médio na década de 1990. Percebemos que as práticas de formação matemática, nesse período, podem ser examinadas a partir de três ênfases: a) a formação para ensinar matemática pelo “concreto”, “conhecimento lógico” e “abstrato”, o que permite visualizar as práticas voltadas ao ensinar matemática em uma perspectiva construtivista, de cunho científico, b) o “ensino globalizado” e c) a “ênfase na realidade”. Isso nos possibilita colocar em questão a formação matemática do professor de anos iniciais produzida nessas práticas.

Palavras-chave


Formação de Professores. Regimes de Verdade. Práticas de Formação Matemática.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rea.v20i2.3039



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo