Os visíveis e invisíveis na fotografia de Julia Kater

Grécia Falcão

Resumo


A partir das colagens fotográficas da artista franco-paulistana Julia Kater, este artigo traça relações entre o campo de estudo da estética e da comunicação para abordar uma teoria visual que compreende as imagens para além dos critérios da representação. Em outras palavras, busco ultrapassar o entendimento da fotografia como mero objeto que captura aparências – e registra de forma fiel a realidadede – para compreender a imagem-técnica por meio de suas capacidades de ordenar e reordenar nossas maneiras de perceber o mundo. Vale dizer que esta abordagem teórica irá se situar sob a análise de fotografias que, na arte contemporânea, trabalham a subtração dos elementos visuais; a tal ponto que a negação visual que percorrem as obras de Julia Kater nos levarão a encarar a fotografia – imagem-técnica historicamente atribuída ao “fazer ver” – como visibilidade cujo significado opera mediante a constante tensão entre o “ver” e “não-ver”.

Palavras-chave


Fotografia; arte contemporânea; teoria da imagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rzm.v6i2.12608