SÍNDROME DE DOWN: A NARRATIVA MIDIÁTICA EM DIÁLOGO COM O DISCURSO DE SUPERAÇÃO

Autores

  • Dagmar Mello Silva Universidade Federal Fluminense
  • Ana Catarina Ayres Chometon de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.17058/rzm.v8i2.13096

Palavras-chave:

Mídia, Narrativas, Síndrome de Down, Diferença

Resumo

Em uma sociedade voltada para a lógica produtivista, qual o discurso utilizado para relatar as vidas de pessoas com Síndrome de Down? Para produzir sua aceitação, as mídias forjam um discurso de superação das diferenças que lhes são próprias. O presente trabalho analisou uma série de reportagens sobre síndrome de Down intitulada “Qual é a diferença?”, em um programa de TV, veiculado aos domingos, em horário nobre, a fim de propor uma reflexão sobre a abordagem das mídias em relação a diferença.

Biografia do Autor

Dagmar Mello Silva, Universidade Federal Fluminense

Professora Adjunta da Universidade Federal Fluminense, lotada no Departamento de Fundamentos da Educação da Faculdade de Educação. Professora do Programa de Pós Graduação do Curso de Mestrado Profissional em Diversidade e Inclusão no Instituto de Biologia da UFF.

Ana Catarina Ayres Chometon de Oliveira

Jornalista, Mestre em Diversidade e Inclusão pela Universidade Federal Fluminense e especialista em Mídia-Educação pela PUC-RJ

Downloads

Publicado

2021-04-12

Edição

Seção

Seção Livre