Denegação, gramática paranoica e fake news: produção e veiculação de sentidos em tempos de pandemia

Geane Valesca da Cunha Klein, Admilton José de Oliveira

Resumo


O texto analisa a estratégia de denegação mobilizada
pelo governo federal brasileiro diante da pandemia da Covid-19,
problematizando a gramática paranoica e realizando a análise de
um vídeo, no qual se observam desvios na orientação sobre o uso de
máscaras como proteção contra a Covid-19, através da circulação
de falas atribuídas a peritos. Esses circuitos de produção de sentido
divergem das orientações de instituições oficiais de saúde. Mobilizamos
conceitos desenvolvidos por Maingueneau (1997, 2001, 2005, 2006,
2008) para proceder àanálise, pela qual procuramos demonstrar como
a produção de sentidos está atrelada ao contexto e aos elementos da
cena enunciativa.

Palavras-chave


Denegação. Fake news. Cena enunciativa

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rzm.v1i1.15264