A pantomima e sua elipse temporal: da antiguidade grega a Deleuze

Ricardo Oliveira Zocca, Gabriel Sausen Feil

Resumo


Ainda que o gesto seja, por vezes, problematizado, o é na forma em que busca comunicar e/ou ilustrar. Este artigo apresenta outro ângulo do gesto, priorizando a situação em que ele não seja controlado pela razão. Trata-se da situação expressa pelo conceito de pantomima apresentado por Deleuze, conceito que se respalda em um sentido antigo da palavra ao mesmo tempo em que deste diferencia-se. O artigo relaciona o conceito antigo, encontrado na Grécia antiga, com o criado pelo mencionado autor.

Palavras-chave


Gesto; Pantomima; Corpo; Mente

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rzm.v6i1.7548