A adaptação na obra aberta como narrativa convergente

André Campos Silva

Resumo


Por meio da comparação narrativa do livro Os Sertões (1907) e sua adaptação para o cinema Guerra de Canudos (1997), propomos uma leitura do conceito de Obra Aberta de Umberto Eco. O processo de adaptação entre os meios de comunicação redefine o sentido dos personagens, porém considerando o processo da obra aberta entre ambas narrativas, elas se tornam convergentes. Apontando para o público uma multiplicidade de imagens midiáticas do conflito em Canudos enquanto uma realidade ficcional.

Palavras-chave


Adaptação cinematográfica;Narrativa como Obra aberta;Convergência Narrativa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rzm.v5i1.8469