A cidade, seus espaços, narrativas e o morador de rua: entre o miserável e o flâneur

Laura Martini Bedran, Lucas Eduardo Dantas

Resumo


Este artigo trata de urbanidades, subjetividades e conflitos gerados na cidade moderna e que se mantêm entrelaçados ao ambiente urbano contemporâneo. Para tal, o morador de rua é destacado na narrativa que busca refletir sobre sua invisibilidade perante a sociedade, o estado e a mídia ao ocupar os espaços esquecidos ou não reconhecidos como espaços ativos da cidade. Como um personagem do urbano, o morador de rua situa-se entre o miserável de Victor Hugo e o Flâneur de Baudelaire.

Palavras-chave


cidade; espaço urbano, subjetividades; morador de rua

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rzm.v5i1.8507