A novela “Lado a Lado” e as narrativas negras sobre o passado, o presente e o futuro do Brasil

Ana Carolina Siani, Rosangela Ferreira de Carvalho Borges

Resumo


O presente artigo tem como objetivo compreender as potenciais relações entre a telenovela “Lado a Lado” (Rede Globo, 2012) e o ano de 2012, tendo em vista a responsividade da telenovela como enunciado e considerando-a como uma obra de arte que se emprenha de sentidos em sua relação com a dimensão extra-verbal mais ampla (VOLOCHÍNOV [BAKHTIN], 2009; BAKHTIN, 2011; VOLOCHÍNOV, 2013). Assim, em se tratando de uma telenovela de época, ambientada, na maior parte da narrativa em 1910, compreendemos em que medida a trama estabelece pontes com discursos em circulação na sociedade brasileira de 2012; e, sobretudo, ao tratar o racismo e as desigualdades raciais, produz dizeres tanto sobre os prejuízos históricos atuais da população negra brasileira, como também refere-se a uma ordem social futura.

Palavras-chave


Telenovela; Mídia e comunicação de massa; Discurso; Racismo e Desigualdade Racial.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rzm.v6i1.9786