O uso da transmídia por editoras brasileiras

Camila Augusta Pires de Figueiredo

Resumo


Neste artigo, examinaremos alguns casos em que a transmídia foi utilizada por editoras brasileiras como ferramenta de criação de mídias suplementares aos seus livros. Além do próprio caráter do fenômeno transmídia, que se relaciona aos novos modos de escrita e leitura, e de produção e consumo de mídias na atualidade, interessa-nos analisar o propósito dos projetos transmídia elaborados pelas casas editoriais brasileiras, bem como as mídias e estratégias empregadas por elas. A partir da observação dos exemplos coletados, buscaremos traçar um perfil dos gêneros literários escolhidos, do público-alvo, das mídias empregadas e dos objetivos almejados.

Palavras-chave


Transmídia. Edição. Editora.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v43i76.10550

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo