Formação do leitor como proposta pedagógica: literatura infantil e comportamento perene de leitura

Cláudio José de Almeida Mello, Angela Maria Hidalgo, Aliandra Cristina Mesomo Lira

Resumo


Com o objetivo de contribuir para a construção de alternativas de práticas de leitura na escola que façam a ponte entre a leitura mais lúdica realizada na infância e um hábito de leitura que se pretende para as idades mais avançadas do educando, o artigo apresenta reflexões teórico-metodológicas acerca da formação do leitor fundamentadas no dialogismo bakhtiniano, e proposta de letramento na área de língua e de literatura pautada no sócio-interacionismo. O estudo foi feito a partir de revisão bibliográfica e também de pesquisa empírica realizada em escola pública de Ensino Fundamental e Médio de Guarapuava-PR, a qual, baseada na metodologia da pesquisa-ação, apresenta como resultado a relevância de um planejamento para toda a vida escolar do aluno, a fim de que as práticas de leitura estejam sintonizadas com uma proposta pedagógica que valorize a literatura em sua dimensão estética e a leitura como prática social. A relevância do trabalho está em contribuir para a formação do leitor com comportamento perene de leitura, e não episódico, desde a leitura da literatura infantil, envolvendo processos de ensino-aprendizagem, a biblioteca escolar e a participação dos pais.

Palavras-chave


educação literária; leitura como prática social; literatura infantil; biblioteca como espaço de promoção da cultura; participação dos pais na formação do leitor

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v36i60.1956

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo