Autoria e democracia na Comunicação em mídias sociais

Érika de Moraes

Resumo


Este artigo problematiza as noções de autoria e democracia no atual contexto das mídias sociais digitais, propondo uma leitura sob o viés discursivo. Para tanto, considera-se adequada uma abordagem com respaldo teórico-metodológico na Análise do Discurso de linha francesa e na leitura crítica de autores da área da Comunicação. O viés discursivo é escolhido com o intuito de demonstrar que os sentidos não são homogêneos, pois se deslocam entre fronteiras, ora ocultando, ora deixando entrever diferentes efeitos de sentido. Com base nas três dimensões da noção de autor, a de “autor-responsável”, “autor-ator” e “auctor” (Maingueneau, 2010), evidencia-se que não basta ser o “responsável” por um enunciado, tampouco dedicar-se à produção de textos, para que se constitua a identidade de autor pleno, o que implica consequências para o princípio democrático dos direitos e deveres. Defende-se que uma análise dos modos de dizer no ciberespaço contribua para com a legitimação deste campo como um novo gênero discursivo-textual, constituído por cenografias diversas.

Palavras-chave


Autoria. Democracia. Comunicação. Análise do Discurso. Mídias Sociais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v36i61.2114

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo