Linguagens e práticas jornalísticas na era da mobilidade online

Grace Bender Azambuja

Resumo


O jornalismo móvel e o jornalismo 3G têm constituído uma das formas mais recentes de reestruturação das práticas e linguagens jornalísticas em virtude das relações entre o global e local. Na verdade, estes são fenômenos conseqüentes das novas formas de se lidar com o tempo e o espaço na sociedade contemporânea e a união entre comunicação e mobilidade parece ser fator que generaliza esse panorama de mutações. Mediante um levantamento do quadro de referência constituído por operações de caráter teórico sobre o fenômeno jornalístico e as novas tecnologias da informação (tecnologias e cultura das mídias, webjornalismo e jornalismo móvel), o presente artigo busca localizar o jornalismo móvel e 3G dentro dessas categorias e oferecer subsídios para que se possa utilizar uma nova nomenclatura.

Palavras-chave


jornalismo, linguagens, novas tecnologias, mobilidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v36i61.2140

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo