O passaporte para a poesia n’ A Arca De Noé, de Vinícius de Moraes

Zíla Letícia Goulart Pereira Rêgo

Resumo


Neste texto, analisamos a obra infantil A Arca de Noé, de Vinícius de Moraes, considerando os recursos utilizados pelo poeta na representação do universo da infância. Contatamos que esta é tratada de forma criativa em textos lúdicos que partem da personificação de animais para dialogarem com o mito bíblico e com a tradição das fábulas, tão ao gosto do leitor infantil. O autor simula as experiências e emoções infantis sem simplificá-las, através de poemas cuja linguagem simples e coloquial aproximam o leitor do texto.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v36i60.2234

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo