Literatura e sociedade: uma leitura da representação da homoafetividade em contos brasileiros do século

Luana Teixeira Porto

Resumo


A literatura brasileira, especialmente e ao longo do século XX, passou a apresentar narrativas que tematizam de forma direta ou velada a homoafetividade. Em contos e em romances brasileiros de diferentes autores, personagens homossexuais ganharam espaço em enredos, diminuindo a sua invisibilidade; contudo, as histórias nem sempre dão voz ao homossexual, apresentando, através do narrador, vivências homoafetivas e retratando o espaço reservado na sociedade àqueles que não atendem ao padrão sexual estabelecido em contextos conservadores e patriarcais. Nesse sentido, este estudo busca analisar narrativas brasileiras curtas do século XX que abordam a temática da homossexualidade, permitindo reconhecer a relação entre a configuração do personagem homoafetivo e condicionamentos sociais. O objetivo é identificar o perfil de personagens homoafetivos em contos brasileiros e sua presença e participação nos enredos dos contos. Discutir se há, nas narrativas analisados, uma associação direta ou indireta entre homoafetividade, homofobia e exclusão social também é um dos propósitos do estudo. Para desenvolver este trabalho, tomam-se como objeto de investigação contos de diferentes autores publicados no século XX. Amparado na teoria queer, o trabalho destaca que há uma vinculação estreita entre repressão sexual e práticas de homofobia e representação literária da homoafetividade e que há pelo menos três tendências temáticas no conto que aborda a homossexualidade.

Palavras-chave


Contos brasileiros. Homofobia. Exclusão social.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v1i1.7329

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo