O sertão em voz alta

Luiza Milano

Resumo


O presente texto expõe os resultados de uma experiência de leitura em voz alta do clássico romance roseano Grande sertão: veredas. A leitura em grupo da referida obra deu origem à reflexão que ora será apresentada em três tempos: o texto, a voz e a escuta. Parte-se do destaque dado às marcas de oralidade evidenciadas no texto, aborda-se a singularidade do atravessamento de diferentes vozes na leitura do romance e discute-se o papel da escuta como constitutivo da alteridade e dos sentidos. No percurso do trabalho, o aspecto fônico da língua será destacado a partir de uma abordagem que busca interpretar as relações entre som e sentido no diálogo entre o campo da linguística e o da literatura.

Palavras-chave


Escuta. Fônico. Leitura. Oralidade. Voz.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v42i74.8677

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo