Literatura na escola: entre o real e o possível

Flávia Brocchetto Ramos, Taciana Zanolla

Resumo


As práticas de leitura literária geralmente não respeitam as especificidades deste texto, basta observar o tratamento que a literatura recebe, por exemplo, na maioria dos livros didáticos. Além disso, pesquisa realizada com estudantes de 3ª série sinaliza que essas crianças conhecem, predominantemente, literatura de massa. Frente a essa situação, como parte de estudos do projeto “Formação do leitor: o processo de mediação docente”, apresenta-se Machado de Assis como um autor que pode fazer parte do repertório de estudantes do Ensino Fundamental. Se Machado é um expoente da Literatura Brasileira, deveria estar presente nos planejamentos dos docentes das escolas brasileiras. Neste artigo, elegem-se algumas narrativas curtas do autor para adentrar as práticas de educação literária.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v33i0.610

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo