ATITUDES INTOLERANTES ERGUEM MUROS E IMPEDEM A CONSTRUÇÃO DE PONTES: uma análise cognitivo-discursiva da emersão da metáfora sistemática no gênero artigo de opinião

Ana Cristina Pelosi, Rosangela Gabriel

Resumo


O artigo apresenta resultados parciais de uma pesquisa que busca verificar como a linguagem figurada, especificamente a metafórica e a metonímica, presente em diferentes gêneros textuais tais como o literário (poema, fábula) e o jornalístico (artigo de opinião, crônica), contribui para a emergência e negociação de sentidos. A base teórico-metodológica da pesquisa advém da Teoria da Metáfora Conceptual, proposta, originalmente, por Lakoff e Johnson (1980), e expandida na década de 90 por teóricos tais como Grady (1997); e da Análise do Discurso à Luz da Metáfora, conforme a proposta de Cameron et al. (2009); Cameron e Maslen (2010). A implementação da pesquisa envolveu dois momentos. Uma primeira análise de quatro exemplares dos gêneros em investigação, segundo a metodologia da Análise do Discurso à Luz da Metáfora (ADM) e uma análise posterior, ainda a ser realizada, a partir de dados coletados por meio da interação verbal de três grupos focais compostos por alunos de uma escola estadual de Santa Maria, RS, após a leitura dos gêneros selecionados. A análise preliminar do gênero artigo de opinião revelou a presença de esquemas imagético-cinestésicos e veículos metafóricos/metonímicos estruturantes da linguagem presentes no gênero analisado e contribuiu para a comprovação da emergência da metáfora sistemática ATITUDES INTOLERANTES ERGUEM MUROS E IMPEDEM A CONSTRUÇÃO DE PONTES.

Palavras-chave


Cognição. Gênero textual. Leitura. Metáfora. Metonímia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v1i1.7323

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo