O uso da anáfora conceitual na argumentação escrita

Sandra Maria Leal Alves

Resumo


O uso da anáfora conceitual na produção de textos argumentativos constitui-se numa importante dificuldade apresentada por muitos estudantes de diferentes níveis de escolaridade. Por tratar-se de uma retomada com características sintetizadoras, seu uso inadequado pode resultar em problemas de compreensão leitora do conteúdo proposto. Dentro dessa perspectiva, este estudo propõe-se a analisar algumas passagens de redações de vestibular que apresentam usos inapropriados dessa estratégia coesiva e sugerir alternativas semanticamente mais adequadas.

Palavras-chave


Anáfora conceitual. Texto argumentativo. Compreensão leitora.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v34i57.884

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo