FATORES MOTIVACIONAIS QUE LEVAM À PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS EM ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS

Betina Fernanda Schmidt, Gabriela Anita Sterz, Renata Maria Muller, Moises Romanini

Resumo


Como estudantes do curso de psicologia optamos como campo de pesquisa academias de ginástica, de distintas cidades, para desenvolvermos o estudo sobre os fatores motivacionais que levam os estudantes universitários à prática de exercícios físicos. O exercício e o esporte, praticados adequadamente, têm sido a grande descoberta desses últimos tempos como prevenção e reabilitação da grande maioria das enfermidades físicas e mentais. Porém, com o passar do tempo, as exigências e a escassez de tempo no cotidiano têm feito, em vários momentos, com que muitos indivíduos não consigam praticar exercícios físicos, principalmente estudantes universitários, que tem em sua rotina de vida o estudo e, muitas vezes, o trabalho. Nesta pesquisa iremos abordar as definições de motivação intrínseca e extrínseca, sendo a motivação intrínseca uma capacidade humana natural para aprender e assimilar as coisas por si e a motivação extrínseca tida como uma atividade feita para alcançar resultados, podendo ser associada a recompensas e agentes externos. Para que uma pessoa esteja motivada ela precisa estar movida por algo, precisa de um impulso, uma inspiração para agir, não tendo isso a pessoa é caracterizada como desmotivada. O objetivo foi compreender os fatores que influenciam na aderência de programas de exercícios físicos em academias, identificando os motivos pelos quais os estudantes universitários não abandonam a prática, comparando os fatores motivacionais conforme respostas de sexo, faixa etária e curso da graduação. Essa pesquisa, de caráter quantitativo, adotou a análise estatística descritiva dos dados gerados a partir da aplicação de um questionário sobre fatores motivacionais (EMI-2 adaptado). Posteriormente, os dados obtidos foram digitados no Google Forms, uma ferramenta que gerou gráficos para a discussão dos resultados. Como hipótese primária, construída a partir da análise de estudos publicados sobre o tema, pode-se pensar que os indivíduos praticantes de exercícios físicos estarão motivados por fatores de controle do peso corporal, prevenir problemas de saúde, reduzir a tensão psicológica, sentir-se melhor com os exercícios e fazer amigos. Nos resultados encontrados, os principais fatores motivacionais encontrados que levam à prática de exercícios físicos foram: para se sentirem bem; para melhorar o condicionamento físico; e para ter um corpo saudável. Com isso, podemos pensar que a prática regular de exercícios físicos pode impactar favoravelmente na conservação do estado de saúde do indivíduo

Palavras-chave


Psicologia; Motivação; Estudantes universitários;Exercícios físicos

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.