O ACESSO À INFORMAÇÃO A PARTIR DO USO DA COMUNICAÇÃO DIGITAL PARA PROMOVER A CONSCIENTIZAÇÃO SOCIAL E O AUXÍLIO A IMIGRANTES E REFUGIADOS

JULIANA REIS DA ROSA, Tayná Morsch, Grazielle Betina Brandt, Mariana Dalalana Corbellini

Resumo


A Universidade de Santa Cruz do Sul iniciou trabalhando o tema migração entre os anos de 2015 e 2016, através do projeto de extensão Ação Multidisciplinar Humanitária de Apoio ao Refugiado, que acolheu duas famílias de colombianos que estavam no nosso município e precisavam de auxílio. O projeto foi encerrado em 2016 e os professores, técnicos, egressos e estudantes da universidade, que estavam envolvidos, criaram o Grupo de Trabalho em Apoio a Refugiados e Imigrantes (GTARI), que surgiu de uma necessidade de ajudar pessoas que chegavam de outros países e se instalavam nos municípios da região do Vale do Rio Pardo. Houveram muitas mudanças e o projeto foi adequando-se ao cenário contemporâneo, marcado pela chegada da Covid-19. Recentemente, o objetivo principal do projeto está voltado para implementar a frente de acesso à informação, oferecendo uma atuação voltada para a curadoria e produção de conteúdo sobre imigração e refúgio nas redes sociais digitais. Atualmente, o projeto conta com diversos professores envolvidos, além de bolsistas, estagiários e voluntários, que oferecem uma contribuição multidisciplinar ao projeto, por meio de uma abordagem metodológica que priorize a pesquisa-ação, a partir de um processos contínuo de reflexão e ação. Diante disso, um dos objetivos que estão sendo desenvolvidos pela equipe é dar visibilidade ao projeto, gerando conteúdos atrativos aos seguidores e fazendo com que suas ações e campanhas online captem cada vez mais novos voluntários e pessoas interessadas em auxiliar o GTARI. Para isso, estão sendo produzidos conteúdos online e offline relevantes voltados a conscientização social sobre os temas de imigração e refúgio. Além disso, outro objetivo é auxiliar no acesso à informação laboral para imigrantes e refugiados, visando facilitar a inclusão destes no mercado de trabalho regional. Em meio a diversos canais de comunicação, os meios digitais têm se tornado facilitadores desse processo no contexto pandêmico, eliminando barreiras geográficas e oportunizando um maior acesso a informação para migrantes e não-migrantes. A primeira ação realizada pelo GTARI em 2021 foi a divulgação detalhada de locais físicos essenciais, que fornecem o suporte para atendimento de imigrantes e refugiados. Na sequência, deu-se continuidade a linha de comunicação de apresentação dos voluntários e demais participantes do GTARI, como forma de reconhecimento dos integrantes do projeto. Já nas publicações direcionadas a imigrantes, foram criados conteúdos que facilitem sua inserção no mercado de trabalho, como a elaboração de currículos e links para realização de cursos gratuitos em preparação ao mercado de trabalho, visando facilitar a busca por emprego e oferecendo, assim, uma forma de auxílio a imigrantes e refugiados. Foram produzidos materiais de divulgação para um conjunto de palestras online com a participação de especialistas nos temas de imigração e refúgio, promovidas e mediadas pela equipe do projeto. Por último, elaborou-se uma cartilha, com o intuito de oferecer ao GTARI um material digital para apresentação do projeto via e-mail e grupos de WhatsApp, com informações que sejam relevantes para o seu público. As ações realizadas pela equipe do projeto estão gerando resultados positivos. O uso das ferramentas de comunicação digital pelo GTARI tem efetivamente promovido a conscientização social sobre e temática migratória e auxiliado imigrantes e refugiados na busca por informações.



ISSN 2764-2135