REVISTA REFLEXÃO E AÇÃO: PROCESSOS DE (AUTO)AVALIAÇÃO E PROJEÇÕES ENTRE “QUADRIÊNIOS” CAPES

Lucas Gomes Ribeiro, Sandra Verónica Barzallo Mora, Cheron Zanini Moretti, Camilo Darsie de Souza

Resumo


Introdução: A Revista Reflexão e Ação tem sido um dos instrumentos de comunicação, de intercâmbio de saberes entre pesquisadores/as e de popularização da ciência. Desde sua origem, em 1992, a linha editorial da revista expressou as mediações educativas do Departamento de Educação da UNISC, através do foco nos temas da formação de professores e educação popular. Na medida em que se ampliaram as ações de educação e a pesquisa na universidade, com a criação do Programa de Pós-Graduação em Educação, expandiu-se o seu universo temático para contemplar os diferentes interesses de grupos e linhas de pesquisas. Assim, foi publicada nos últimos 10 anos, passando a estar vinculada exclusivamente ao PPGEdu, a partir de 2020. Objetivo: Apresentar as melhorias realizadas pela Revista em seus processos de (auto)avaliação e de gestão durante o último quadriênio Capes (2017-2020). Metodologia: Relato reflexivo sobre a experiência da equipe editorial desse periódico acerca das mudanças que impactaram, em especial nos últimos dois anos, a avaliação Qualis-Capes. Relato: A Revista passou por mudanças para o seu fortalecimento, ampliação da divulgação, acesso à produção científica e para integrar o grupo de periódicos de altos estratos (A). A equipe realizou ações, como: modificações nas diretrizes para autores/as e a sua disponibilização em língua estrangeira, bem como sumário, resumos e palavras-chaves trilíngues (português, espanhol e inglês). A revista passou a incentivar a submissão de artigos de autores/as de instituições estrangeiras, além da adoção do registro de ORCID como identificador persistente para autores/as, condicionando o início do processo de avaliação por pares, a partir do preenchimento completo de metadados. A composição dos integrantes do Conselho Editorial garante o mínimo de 80% de diversidade institucional em relação à UNISC, com IES estrangeiras, cujo expediente é acima de 40% e pesquisadores/as reconhecidos/as na Educação. Ainda, conta com a projeção de organização de dossiês temáticos, publicação de artigos recebidos em fluxo contínuo, resenhas e entrevistas. A partir de 2020, os editoriais de cada edição passaram a ser publicados em português, espanhol e inglês, buscando atrair mais leitores/as. A equipe editorial está formada por dois editores-chefes, um bolsista de layout, uma bibliotecária de periódicos, um administrador de portal e uma revisora de idiomas. A revista está indexada em 07 Diretórios, 02 Bases de Dados e 05 Catálogos, aguardando parecer da Redalyc. O h5-Index do Google Scholar está sendo utilizado para o cálculo de Fator de Impacto da Área da Educação combinado com outros critérios qualitativos estabelecidos pelo CTC-Capes. A Reflexão e Ação apresenta h5-Index igual a 07, ou seja, um índice acima do mínimo para periódicos de estrato A2 (Ih5 = 06), conforme requisito para periódicos em língua portuguesa da Área 38. Projeções: Para o próximo quadriênio, projeta-se: atualizar a versão do software livre para gerenciamento e publicação de periódicos científicos, Open Journal System (OJS 3.0); disponibilizar a coleção completa no site, incluindo edições do período de 1992 e 2006; ampliar a publicação de artigos científicos em inglês e espanhol, por volume, bem como a de autores/as vinculados a IES estrangeiras; e, submeter a revista a bases indexadores, como a WOS e SciELO; além de incrementar a divulgação científica por meio das redes sociais e a sua popularização, mantendo a qualidade das publicações.



ISSN 2764-2135