AÇÃO PEDAGÓGICA NO ENSINO DE HISTÓRIA

Henrique Arthur Lopes, Taylandy Carla Boeira, Thiago Ellert Pilz, José Antonio Moraes do Nascimento

Resumo


Ação pedagógica no ensino de História


.

As aulas foram planejadas para as turmas 71, 72 e 73, envolvendo o período de 23 de agosto até 03 de setembro de presente ano, no Componente Curricular de História. A professora titular é Yasmin Daniella D’Avila. Os objetos do conhecimento são os “Povos nativos na América e a colonização espanhola”. Se pretende desenvolver as habilidades de compreender as mudanças que ocorreram na cultura dos povos nativos com a chegada dos europeus, refletir sobre os diferentes pensamentos sobre a “conquista” da América, conhecer alguns dos povos que viviam no território americano e entender o processo da colonização europeia. Assim, para conhecer como os antigos povos da América viviam e suas características, estudaremos sua história e como ela mudou com a chegada dos portugueses. 

Além disso, falaremos sobre como o “Novo Mundo” surgiu e de que forma somos influenciados por essa união de culturas. Solicitaremos que leiam  a citação sobre os povos indígenas do livro “A terra dos mil povos” do autor Kaká Werá Jacupé e o texto sobre a organização social indígena do site Só História. Ambos transcritos abaixo. Pediremos para pensarem sobre o que este parágrafo quer dizer e a seguir comentar com os/as colegas. "Tupi, Guarani, Tupinambá, Tapuia, Xavante, Kamayurá, Yanomami, Kadiweu, Txukarramãe, Kaingang, Krahô, Kalapalo e Yawalapiti são nomes que pulsam no chão dessa terra chamada Brasil, formando raízes, troncos, galhos e frutos. São raças? Nações? Etnias? São a memória viva do tempo em que o ser caminhava com a floresta, os rios, as estrelas e as montanhas no coração e exercia o fluir de si". “Entre os indígenas não há classes sociais como a do homem branco. Todos têm os mesmos direitos e recebem o mesmo tratamento. A terra, por exemplo, pertence a todos e quando um índio caça, costuma dividir com os habitantes de sua tribo. Apenas os instrumentos de trabalho (machado, arcos, flechas, arpões) são de propriedade individual. O trabalho na tribo é realizado por todos, porém possui uma divisão por sexo e idade. As mulheres são responsáveis pela comida, crianças, colheita e plantio. Já os homens da tribo ficam encarregados do trabalho mais pesado: caça, pesca, guerra e derrubada das árvores. A formação social era bastante simples, as aldeias não tinham grandes concentrações  populacionais e as atividades eram exercidas de forma coletiva. O índio que caçasse ou pescasse mais dividia seu alimento com os outros.” Na sequência, após entender a forma que os indígenas brasileiros viviam, encaminharemos para pensar sobre os outros povos da América Latina como os Maias, Incas e Astecas! Solicitaremos para assistirem um vídeo disponível no youtube, o qual traz informações gerais sobre esses povos. Complementaremos com a leitura de um trecho do livro didático e finalizaremos com um trabalho em grupo, envolvendo as temáticas povos indígenas Guaranis, Tabajaras, Tupiniquins, Incas, Maias e Astecas. Pedimos para o grupo contar aos colegas as características do povo sorteado que ainda estão presentes em nossa cultura. Essas características podem ser hábitos, alimentos, vestimentas, entre outros aspectos. 

Enfim, iniciamos o curso de história esse ano e, no Pibid, estamos há dois meses. Assim, construímos a referida proposta em constante diálogo com a professora titular da escola e ficamos no aguardo do retorno que as turmas darão para poder apresentar no momento da apresentação deste trabalho.





ISSN 2764-2135