FEIRA DE CIÊNCIAS – INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE – UM RELATO DAS AÇÕES E DOS RESULTADOS DA CAPACITAÇÃO ONLINE PARA OS PROFESSORES DAS ESCOLAS PARTICIPANTES

Marla Solange Machado, Marlon Natanael Machado, Cláudia Mendes Mählmann, Mariluci Prestes Moraes Trinks, Graziela Maria Lazzari, Rudimar Serpa de Abreu, Lívia Raquel Barros Martins Prado, Liane Mählmann Kipper

Resumo


Incentivando a difusão e divulgação de trabalhos científicos, construídos por estudantes e orientados por professores das escolas pertencentes aos municípios envolvidos, a Feira de Ciências - Inovação e Sustentabilidade tem como objetivo a disseminação da ciência através de estímulos científicos e tecnológicos em jovens estudantes, de nível fundamental e médio, impulsionando o compartilhamento de seus conhecimentos. Ressalta-se que o projeto de Feira de Ciências recebeu recursos do CNPq e é promovido pela Unisc, com a parceria da 6ª Coordenadoria Regional de Educação. Como preparação estão sendo ofertadas três capacitações aos envolvidos. Uma das capacitações, intitulada Desenvolvimento de Projetos Escolares – Feira de Ciências – Inovação e Sustentabilidade, já realizada, compreendeu um curso, que ocorreu de forma remota, de 120 horas para professores da Educação Básica, capacitando-os para o uso do ambiente virtual, métodos e ferramentas para o desenvolvimento de pesquisas. Está capacitação é obrigatória para que os professores possam encaminhar projetos para a feira de ciências. Assim, o objetivo deste trabalho é relatar as ações e os resultados decorrentes da capacitação oferecida aos professores das escolas participantes da feira de ciências.  Dos resultados encontrados destacam-se que a capacitação foi construída em forma de trilhas de aprendizagem e foi dividida em: Abertura; Cultura digital e Ambientação da sala virtual; Metodologia de projetos; Ferramentas para o desenvolvimento de projetos escolares; O que é pesquisar?; Projetos escolares e seu desenvolvimento sob perspectivas de inovação e sustentabilidade. Cada etapa da trilha foi dividida em check in, revista, acesso ao acervo, live e uma enquete referente ao conteúdo estudado na trilha. Com relação ao perfil dos professores que realizaram a capacitação, inscreveram-se 295 professores, sendo 83,7% do gênero feminino e 16,3% do gênero masculino. A média da faixa etária dos inscritos é de quarenta anos, o que corresponde a 32,5% da população total. Como público majoritário estão os professores do município de Santa Cruz do Sul (31,1%). Sobre o componente curricular que ministram, 29,1% da amostra total são professores de ciências e 19,2% são professores de matemática. A respeito da modalidade, entre Curso Normal, Anos Iniciais 1º ao 3º, Anos Iniciais 4º ao 5º, Anos Finais 6º ao 7º, Anos Finais 8º ao 9º, Ensino Técnico, Ensino Médio Regular, Ensino de Jovens e Adultos e Ensino Superior, o público majoritário é o professor que leciona no Ensino Fundamental (8º e 9º ano). Enquetes foram realizadas com os professores ao final de cada trilha, buscando compreender a contribuição proporcionada pelas atividades (trilhas, Leituras e Lives). Na enquete sobre Metodologia de Projetos participaram 140 inscritos, a maioria dos resultados relatam que a trilha contribuiu para o aprimoramento das habilidades ligada ao desenvolvimento de projetos escolares abordando metodologias ativas. O trabalho com a metodologia de projetos, dentro de uma visão interdisciplinar e usando tecnologias é possível quando envolva habilidades, como autor da sua aprendizagem também foi relatado pelos professores. Os professores relatam também que a capacitação Desenvolvimento de Projetos Escolares – Feira de Ciências – Inovação e Sustentabilidade foi esclarecedora e útil para o efetivo encaminhamento dos projetos para a feira de ciências.



ISSN 2764-2135