Educação diferenciada: um relato da prática didática por meio de jogos

Crystine Fernanda Bangel

Resumo


Neste trabalho são apresentadas práticas didáticas desenvolvidas em 3 turmas de nono ano, do Ensino Fundamental, do turno da tarde, do Colégio Estadual Professor Luís Dourado, situado em Santa Cruz do Sul / RS. Tais práticas fizeram parte das atividades do Subprojeto Interdisciplinar do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). As práticas tiveram como objetivo reforçar os conteúdos explicados pela professora titular das turmas de maneira dinâmica e extrovertida. Foram realizadas a partir de grupos de estudantes, tendo em vista, também, ampliar suas experiências com trabalho em equipe. No que diz respeito à formação da bolsista, serviram para a familiarizar com o contexto docente, tanto no que se refere ao planejamento e à aplicação didática quanto ao ambiente escolar. O tema abordado foi “o Continente Europeu”. Os alunos foram divididos em 5 grupos que receberam mapas da Europa apenas com números em lugar dos nomes de cada país, dos mares e do oceano que estavam sendo trabalhados. Juntamente, cada grupo ganhou um envelope que continha plaquinhas com os nomes correspondentes aos números apresentados no mapa. Assim, as placas deveriam ser fixadas sobre o mapa, nos pontos em que achavam que se localizavam. Antes da atividade começar, os alunos tiveram 5 minutos para revisar conteúdos e, após, tiveram 15 minutos para realizar a atividade sem consulta. Depois de feito, cada grupo socializava suas respostas e os acertos eram registrados em uma tabela, sempre sendo reforçada a resposta certa. A atividade aconteceu perfeitamente com todas as turmas. Os alunos gostaram muito e alguns até pediram para que trabalhos como esse acontecessem mais vezes. A professora titular também pode ser beneficiada com a atividade, pois foi possível que ela avaliasse o quanto havia de significado acerca do conteúdo que havia trabalhado no que se refere aos alunos. Para a bolsista, este projeto foi muito produtivo, pois representou a primeira atividade didática de um grande percurso de preparação para a docência. Assim, foi possível se ter noção empírica acerca da prática docente.Referencias: ADAS, Melhem; ADAS, Sérgio. Expedições Geográficas. 2. Ed. São Paulo: Moderna, 2015.Palavras-chave: Educação.Pibid.Docência.Alunos.Trabalho

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.