Inserção de forma lúdica no ensino de língua espanhola

Alana Lehmen Heinen, Carolina Hertz, Vera Lúcia Silva Travi

Resumo


Este trabalho tem por objetivo relatar a experiência adquirida nas oficinas do subprojeto espanhol PIBID/UNISC, na escola estadual Luiz Dourado, com alunos do 3º ao 5º ano do ensino fundamental. Acreditamos que o ensino da língua espanhola por intermédio de atividades lúdicas é um exemplo de socialização, aprendizagem que permite a afinidade com o mundo exterior estimulando o gosto pela língua estrangeira e integrando todas as faixas etárias. Segundo os PCNS de Língua Estrangeira, a interação realizada entre os alunos, durante as atividades, proporciona uma igual interação com o conteúdo proposto, inovando o trabalho em sala de aula e despertando o interesse dos discentes, formando assim, cidadãos capazes de expressar suas ideias e ter uma consciência crítica. Para isso, organizamos dois jogos educativos: O primeiro foi realizado com uma “caixa mágica” onde os alunos retiravam cartilhas com imagens ou palavras dos conteúdos vistos até o momento: animais, família e frutas, mostrando aos colegas a cartilha sorteada, pronunciando-a em espanhol; o segundo, conhecido como Twister, foi realizado com a confecção de um tapete com círculos coloridos, trabalhando o conteúdo das cores e todos os outros conteúdos trabalhados até o momento, e duas roletas, que rodavam para indicar o posicionamento dos participantes no tapete. Com essas atividades, concluímos que mediante a ludicidade com que os trabalhos foram realizados, a aprendizagem tornou-se significante e prazerosa, permitido um contato com uma linguagem mais dinâmica para os alunos.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.