O ensino da matemática em espaços educativos.

Camila Kipper Roos

Resumo


Resumo: Neste trabalho, são apresentadas as intervenções realizadas no recreio da EscolaMunicipal de Ensino Fundamental Duque de Caxias, localizada no município de Santa Cruz doSul, região central do estado do Rio Grande do Sul. Essa ação faz parte das atividades doPrograma Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), do Subprojeto daMatemática, da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), entre o período de março a junhodo corrente ano, com estudantes do 1º ao 4º ano do Ensino Fundamental. O método utilizado sedeu a partir de práticas fundamentadas em D’Ambrósio (2006) e Antunes (2014), uma vez queesses autores defendem que a educação pode se dar em diversos espaços e também que ela nãoé apenas o ensino das disciplinas curriculares. O projeto de intervenções estabelece uma relaçãolúdica e recreativa da matemática com os educandos, a partir de práticas que desenvolvam oraciocínio lógico, a concentração, a criatividade, a tomada de decisões e estratégias coletivas.Diante disso, tais ações e práticas são realizadas através do uso de diversos jogos educacionaiscomo, por exemplo, o Tangram e o jogo da memória de numerais, que envolvem dinâmicascoletivas, buscando incentivar o trabalho em equipe. Na primeira proposta, o estudante precisamontar as imagens que imaginar e inventar, e posteriormente, reproduzir as imagens que foramexplanadas ao grupo. Já na segunda, o foco é a memória, a atenção e o respeito ao colega, poisé enfatizada a espera e a escuta para uma boa organização da ação. Destarte, é possível observarque os alunos apresentam uma melhora significativa em sala de aula na compreensão dessecampo do saber, bem como propicia um aumento no interesse por atividades que envolvam oraciocínio lógico matemático.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.