Educação no Campo e a Produção de Alimentos: a experiência da Feira Pedagógica desenvolvida na Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul/RS (Efasc)

Autores

  • Carlos Stavizki Junior
  • João Paulo Reis Costa Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (EFASC)
  • Antonio Carlos Gomes Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (EFASC)
  • Wandoir Sehn Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC)

DOI:

https://doi.org/10.17058/agora.v23i2.16482

Palavras-chave:

Feira Pedagógica, Educação no Campo, Rural, Desenvolvimento Regional.

Resumo

Este estudo relata a experiência da Feira Pedagógica desenvolvida pela Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (EFASC), e suas contribuições para a formação de jovens agricultores através da produção e comercialização de alimentos agroecológicos. Apresenta-se uma análise de contexto sobre o território de influência da EFASC e o processo de criação da Feira Pedagógica. Analisa-se o impacto da experiência no processo de formação dos estudantes e na promoção de formas alternativas de educação no campo. Constata-se que a Feira Pedagógica é uma experiência exitosa no processo de educação de jovens agricultores e na qualificação dos processos de produção e comercialização de alimentos orgânicos e agroecológicos em municípios da região do Vale do Rio Pardo.

Biografia do Autor

João Paulo Reis Costa, Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (EFASC)

Doutor em Desenvolvimento Regional pela Universidade de Santa Cruz do Sul (2019), com bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-CAPES. Mestre em Desenvolvimento Regional pela Universidade de Santa Cruz do Sul (2012). Especialista em História do Brasil pela UNISC (2007). Possui graduação em História - Licenciatura pela Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC (2006). Atualmente é monitor da Área de Ciências Humanas e Sociais da Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (EFASC) e atua na Coordenação Institucional da mesma. E, Vice Coordenador do Bacharelado em Agroecologia UERGS/AGEFA e Professor no mesmo curso

Antonio Carlos Gomes, Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (EFASC)

Graduado em Serviço Social (UNISC); Mestre em Desenvolvimento Regional (PPGDR-UNISC); Coordenador de Convivência e Monitor de Ciências Humanas na Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (EFASC)

Wandoir Sehn, Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC)

Graduado em Horticultura pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul(2019); Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR); Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC).

Referências

APL de Agroindústria e Alimentos da Agricultura Familiar do VRP – APL/VRP. Website. 2019. Disponível em: <https://www.aplvrp.com.br/>. Acesso em: 28 mar. 2021.

CADONÁ, Marco André. A indústria fumageira e o mercado de trabalho de Santa Cruz do Sul-RS. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, 3 (1), p. 205-221, outono de 2015.

COSTA, João Paulo Reis. A articulação em agroecologia do Vale do Rio Pardo (AAVRP/RS): A agroecologia como possibilidade de existência e resistência na construção de Espaços de Esperança na região do Vale do Rio Pardo. 2019. 237 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Regional). UNISC; Santa Cruz do Sul. 2019.

COSTA, João Paulo Reis. Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul – EFASC: uma contribuição ao desenvolvimento da região do Vale do Rio Pardo a partir da pedagogia da alternância. 2012. 226 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional). UNISC; Santa Cruz do Sul. 2012.

ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA DE SANTA CRUZ DO SUL - EFASC (Santa Cruz do Sul). FunPage. 2019. Disponível em: <https://www.facebook.com/efasantacruz/>. Acesso em: 26 mar. 2021.

ETGES, Virginia Elisabeta. A região no contexto da globalização: o caso do Vale do Rio Pardo. In: VOGT, Olgário e SILVEIRA, Rogério. Vale do Rio Pardo: (re)conhecendo a região. Santa Cruz do Sul: Edunisc. 2001.

ETGES, Virginia Elisabeta. Desenvolvimento regional sustentável: o território como paradigma. Santa Cruz do Sul: Redes, v. 10, n. 3. set./dez. 2005.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades@Santa Cruz do Sul. Brasília: 2021. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rs/santa-cruz-do-sul/panorama>. Acesso em: 21 mar. 2021.

MENEGHEL, Stela Nazareth; MOURA, Rosylaine. Suicídio, cultura e trabalho em município de colonização alemã no sul do Brasil. Botucatu: Interface (Botucatu), v. 22, n. 67, p. 1135-1146, dez. 2018.

PETERSEN, Paulo. Agroecologia e a superação do paradigma da modernização. p.69-103. IN: NIEDERLE, Paulo André. ALMEIDA, Luciano. VEZZANI, Fabiane Machado (org.) Agroecologia: práticas, mercados e políticas para uma nova agricultura. Curitiba: Kairós, 2013. 393 p.

PETRY, Heitor Álvaro; SILVEIRA, Rogério Leandro Lima da. Plano estratégico de Desenvolvimento Regional do Vale do Rio Pardo (2015-2030); [recurso eletrônico]; Santa Cruz do Sul: EDUNISC; 2017, 408 p.

SANTOS, Milton. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção [1996]. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo; 4 ed., 2006.

STAVIZKI JUNIOR, Carlos. Repertórios de ação coletiva e políticas públicas: uma análise a partir da construção da política de prevenção ao suicídio no município de Santa Cruz do Sul (RS). 2021. 249 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional). UNISC. Santa Cruz do Sul. 2021.

VOGT, Olgário Paulo. A produção de Fumo em Santa Cruz do Sul, RS (1849 - 1993). 1994. 265 f. Dissertação (Mestrado em História do Brasil) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1994.

Downloads

Publicado

2021-07-27

Edição

Seção

Tema Livre