A CULTURA NEGRA ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL: MAQUETES COMO FERRAMENTA PARA O ENSINO DE VALORES HUMANOS.

William Molinos Lopes, André Luis Ramos Soares

Resumo


O trabalho aqui apresentado dá ênfase a um resgate cultural da história negra, e sua conseqüente valorização perante a sociedade atual, tendo como principal alvo as escolas. Visto que há um esquecimento por muitos de que o negro é um dos grandes patamares da história brasileira, o artigo tenta unir a idéia de que este não foi apenas um pequeno detalhe da história brasileira, e sim um importante percussor da formação da identidade nacional.

A partir deste contexto, a educação patrimonial entra com o viés de tentar fazer um resgate cultural e valorização da história negra, através da construção da maquete de um navio negreiro, onde é salientada a questão da escravidão, citando o tráfico de escravos, com seu caráter de fornecimento de mão de obra para o novo mundo que então surgia

Palavras-chave


Educação Patrimonial, cultura negra, maquete

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/agora.v15i2.1856

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo