Aspectos Psicossociais do Trabalho e Sofrimento Psíquico na Estratégia de Saúde da Família

Autores

  • Izadora Joseane Borrajo Moreira Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC
  • Jorge André Horta Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC
  • Luciano Nunes Duro Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC
  • Jéssica Chaves Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC
  • Camila Signor Jacques Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC
  • Kelly Martinazzo Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC
  • Roberta Barela Pimentel Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC
  • Viviane Baumhardt Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC
  • Daniela Teixeira Borges Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

DOI:

https://doi.org/10.17058/reci.v7i1.6927

Resumo

Justificativa e objetivos: O estresse ocupacional pode estar relacionado ao surgimento de doenças físicas e psíquicas. Objetiva-se avaliar a associação dos aspectos psicossociais do trabalho, de acordo com o Modelo Demanda-Controle, com a ocorrência de transtornos mentais entre os trabalhadores das Estratégias de Saúde da Família em Santa Cruz do Sul, RS. Métodos: estudo com abordagem epidemiológica, de corte transversal e quantitativo. A população alvo do estudo foi constituída por 89 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem (TE) e agentes comunitários de saúde, pertencentes às equipes das 11 Estratégias de Saúde da Família do município de Santa Cruz do Sul. Utilizou-se um questionário contendo questões sociodemográficas, ocupacionais e outras pertencentes à Job Stress Scale e ao Self Reporting Questionnaire. Resultados: Constatou-se que 30,1% dos profissionais apresentavam alta demanda e baixo controle sobre o trabalho, resultando em alta exposição ao desenvolvimento de estresse ocupacional. A prevalência de transtorno mental comum nos profissionais submetidos ao trabalho de alta exigência foi de 38%. Conclusão: Frente a esses resultados preocupantes faz-se necessário que se tomem atitudes visando a prevenção ou redução do estresse laboral e do adoecimento no trabalho. DESCRITORES: Estresse Psicológico. Saúde do Trabalhador. Saúde Mental. Atenção Primária à Saúde.

Biografia do Autor

Izadora Joseane Borrajo Moreira, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

Programa de Mestrado em Promoção da Saúde, Universidade de Santa Cruz do Sul, Santa Cruz do Sul, RS, Brasil

Luciano Nunes Duro, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

Médico e Professor do Curso de Medicina da Universidade de Santa Cruz do Sul.

Jéssica Chaves, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

Acadêmica do curso de Medicina da Universidade de Santa Cruz do Sul.

Camila Signor Jacques, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

Acadêmica do curso de Medicina da Universidade de Santa Cruz do Sul.

Kelly Martinazzo, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

Acadêmica do curso de Medicina da Universidade de Santa Cruz do Sul.

Roberta Barela Pimentel, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

Acadêmica do curso de Medicina da Universidade de Santa Cruz do Sul.

Viviane Baumhardt, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

Acadêmica do curso de Medicina da Universidade de Santa Cruz do Sul.

Daniela Teixeira Borges, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

Acadêmica do curso de Medicina da Universidade de Santa Cruz do Sul.

Downloads

Publicado

2017-01-05

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL