Avaliação das atividades antifúngica, antimicobacteriana e larvicida de Duroia macrophylla e D. saccifera

Ana Júlia Reis, Lillian Lucas Carrion, Katiane Rodrigues, Juliana Montelli Fenalti, Tais Mata-Santos, Carlos James Scaini, Daiane Martins, Denny William de Oliveira Mesquita, Adriana Spirotto Stein Mesquita, Cecília Verônica Nunez, Pedro Eduardo Almeida da Silva, Daniela Fernandes Ramos

Resumo


Justificativa e objetivos: A vasta biodiversidade amazônica tem sido apontada como uma fonte de produtos naturais candidatos a diversas atividades farmacológicas, principalmente no combate a doenças infecciosas. Algumas espécies, tais como as pertencentes ao gênero Duroia, da família Rubiaceae, têm sido caracterizadas pela produção de metabólitos secundários com propriedades biológicas importantes, porém são escassos os estudos com espécies deste gênero. Desta forma, o objetivo deste estudo foi avaliar a atividade antimicobacteriana, antifúngica e antiparasitária de extratos de D. macrophylla e D. saccifera. Métodos: Foram coletados materiais vegetais de D. macrophylla e D. saccifera na Reserva Florestal A. Ducke em Manaus- AM, a partir dos quais foram preparados extratos diclorometânico, metanólico e aquoso e determinada a concentração inibitória e concentração larvicida mínima. Resultados: No que diz respeito aos extratos de D. saccifera¸ o extrato diclorometânico dos galhos foi o mais ativo frente às espécies fúngicas e as cepas micobacterianas avaliadas. Por outro lado, o extrato metanólico e o diclorometânico das folhas de D. macrophylla, foram os mais ativos frente a Candida sp. e Mycobacterium tuberculosis, respectivamente, porém, nenhum dos seis extratos avaliados apresentaram atividade antiparasitária frente a Toxocara canis. Conclusão: Esses resultados demonstram as propriedades antimicrobianas dessas plantas amazônicas para o desenvolvimento de novas alternativas terapêuticas no tratamento de doenças infecciosas, tais como a tuberculose e candidíase.

Texto completo:

pdf


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/reci.v1i1.8188




Direitos autorais 2016 Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo




Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção - ISSN 2238-3360

Hospital Santa Cruz
Núcleo de Epidemiologia Hospitalar/Comissão de Controle de Infecção
Rua Fernando Abott, 174
Santa Cruz do Sul - RS - Brasil