As Emergências Ambientais no Paraná e as Intersecções com o Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17058/redes.v24i2.12995

Palavras-chave:

Emergências ambientais, Proteção e defesa civil, Desastres ambientais, Desastres tecnológicos

Resumo

As emergências ambientais costumam afetar diretamente regiões urbanizadas ou o seu entorno, configurando-se como desastres urbanos. Desastres são provenientes de eventos extremos, sejam de origem natural ou de origem tecnológica, os quais resultam em diversos impactos negativos para as cidades. Estes fatores são consequência da falta de preparação de seus gestores e comunidades para o enfrentamento destas situações, além de uma cadeia de falhas desde o planejamento, legislação e fiscalizações ineficientes. Dessa forma, faz-se necessária a análise da organização estrutural dos órgãos públicos para atuar de forma a mitigar esses eventos ou seus efeitos. Nessa linha, encontra-se não um órgão apenas, mas um sistema chamado Proteção e Defesa Civil. O Estado do Paraná, possuidor de um histórico relevante em termos de emergências ambientais, encontra, na sua defesa civil, um núcleo agregador de instituições para tratar o tema. Este artigo se dedica a analisar essa estrutura, suas potencialidades e apresenta alternativas para o aprimoramento voltado à efetividade dos recursos existentes e disponíveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Gomes Pinheiro, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) / R. Imaculada Conceição, 1155, Bloco 2, PPGTU - Curitiba, Paraná.

Doutor e Mestre em Gestão Urbana pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Bacharel em Segurança Pública - Curso de Formação de Oficiais pela Academia Policial Militar do Guatupê - APMG. Especialista em Emergências Ambientais, em Administração - Segurança Pública, em Metodologia do Ensino Superior e Educação à Distância e em Redução do Risco de Desastre e Desenvolvimento Local Sustentável.

Larissa Maria da Silva Ferentz, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

Doutoranda e Mestra em Gestão Urbana pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, possui especialização em Gestão Ambiental pelo Instituto Souza e graduação em Engenharia Ambiental pela PUCPR.

Murilo Noli da Fonseca, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

Mestrando em Gestão Urbana pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, possui especialização em Gestão Ambiental pelo Instituto Souza e graduação em Geografia (bacharel) pela Universidade Federal do Paraná.

Downloads

Publicado

2019-05-03

Como Citar

Pinheiro, E. G., Ferentz, L. M. da S., & Fonseca, M. N. da. (2019). As Emergências Ambientais no Paraná e as Intersecções com o Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil. Redes (St. Cruz Do Sul Online), 24(2), 81-98. https://doi.org/10.17058/redes.v24i2.12995

Edição

Seção

Resiliência pós-desastres: recuperando o desenvolvimento regional