Mesorregião Grande Fronteira do Mercosul: perfil locacional do desenvolvimento regional

Jandir Ferrera de Lima, Paulo Henrique de Cezaro Eberhardt

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar o perfil das desigualdades regionais na área de abrangência na região Grande Fronteira do Mercosul (GFM), através da mensuração do coeficiente de desenvolvimento regional e do padrão de localização do emprego formal. No âmbito dessa análise ficaram demonstrados dois fenômenos espaciais: um processo de reestruturação espacial e a forte desigualdade das mesorregiões Sudoeste PR, Noroeste RS e Fronteira Oeste RS em relação às outras mesorregiões do Sul do Brasil. Esse resultado fortalece a identificação de particularidades espaciais capazes de esclarecer um padrão de desenvolvimento econômico regional diferenciado nas fronteiras, em particular na Região Sul do Brasil. Os resultados deste estudo forneceram elementos para a intervenção regional, pois é possível, via políticas públicas adequadas, buscar a retomada do dinamismo econômico e o desenvolvimento socioeconômico na GFM.

Palavras-chave


Desenvolvimento regional, fronteira, economia regional, desenvolvimento economico

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v15i2.1304

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo