Políticas públicas e mobilização social no contexto do desastre no Rio Doce

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17058/redes.v24i2.13040

Palavras-chave:

Desastre socioambiental, Instituições participativas, Sociedade civil, Instrumentos de políticas.

Resumo

Visa a analisar as mudanças na ação coletiva da sociedade civil e nos seus padrões de relação com o Estado, emergentes no contexto pós-desastre socioambiental no Rio Doce. Busca compreender as ações do Estado e a participação da sociedade civil neste contexto, considerando os instrumentos de políticas públicas e o surgimento de diversos formatos de mobilização. O objeto empírico é definido pelas decisões dos atores estatais em diferentes arenas e níveis federativos e pelos fóruns de mobilização social e audiências públicas nos municípios de Linhares, Colatina e Baixo Guandú, no Espírito Santo. Assume-se o pressuposto teórico de que as mudanças na sociedade civil, no Estado e nas políticas públicas se constituem reciprocamente e incidem nos padrões de ação coletiva e de interação com o Estado. Em termos metodológicos, a pesquisa combina métodos quantitativos e qualitativos e um conjunto de técnicas de pesquisa e instrumentos de processamento de dados. Os resultados permitem apreender os processos de inovação organizacional e de mudança institucional que não seriam possíveis em outros contextos, dada a excepcionalidade das conjunturas críticas para a produção de novas oportunidades políticas tanto para a sociedade civil quanto para o Estado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Andressa Martins Souza, Professora do Departamento de Ciências Sociais e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFES

Doutora em Ciência Política (UFSCar ) e Pós- Doutorado (CEBRAP). Professora do Departamento de Ciências Sociais e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFES e Pesquisadora do Núcleo Participação e Democracia (NUPAD/UFES), do Núcleo Democracia e Ação Coletiva) (NDAC/CEBRAP) e da Rede ComRIOComMAR.

Euzeneia Carlos, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Doutora em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (USP), Mestre em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (IPPUR/UFRJ). Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Coordenadora do Núcleo Participação e Democracia (NUPAD/UFES), pesquisadora do Núcleo Democracia e Ação Coletiva (NDAC/CEBRAP) e da Rede ComRIOComMAR.

Downloads

Publicado

2019-05-03

Como Citar

Souza, L. A. M., & Carlos, E. (2019). Políticas públicas e mobilização social no contexto do desastre no Rio Doce. Redes (St. Cruz Do Sul Online), 24(2), 56-80. https://doi.org/10.17058/redes.v24i2.13040

Edição

Seção

Resiliência pós-desastres: recuperando o desenvolvimento regional