2008+10. Uma análise sobre as mudanças das novas tecnologias da comunicação na história recente dos desastres de Blumenau, Brasil

Clóvis Reis, Moisés Beio Cardoso, Yanet Maria Reimondo Barrios

Resumo


Em 2008, Blumenau sofreu o maior desastre socioambiental da história. Passados dez anos da tragédia, o presente trabalho reúne algumas reflexões sobre a mudança no emprego das tecnologias de comunicação na cobertura de fenômenos semelhantes. O quadro metodológico se constitui, desde uma perspectiva de ordem qualitativa, em uma investigação bibliográfica, adotando um enfoque exploratório e descritivo. A análise centrou-se em descrever como dito processo se desenvolveu na última década, tendo em conta que a mudança dos procedimentos técnicos e políticos para a confrontação de referidos fenômenos coincide com as transformações pelas quais as tecnologias da comunicação passaram. A pesquisa contribuiu para fornecer pistas sobre o papel que jornais, emissoras de rádio e de televisão, redes sociais virtuais e aplicativos móveis exerceram em Blumenau na construção da percepção pública dos riscos, e as implicações de tais enquadramentos para a gestão dos desastres.

Palavras-chave


Desastres. Tecnologias de comunicação. Desenvolvimento. Blumenau.

Referências


BACCA. L.E. Considerações e opiniões sobre a questão ambiental: o caso de Blumenau, SC. Dynamics: Revista tecno-científica, v.8, n.33, p. 36-56, 2000.

BOWMAN, S.; WILLIS, C. We media. How audiences are shaping the future of news and information. California: The Media Center at the American Press Institute, 2013.

BRUNO, N. Tweet first, verify later? How real-time information is changing the coverage of worldwide crisis events. Reuters Institute for the study of Journalism. Oxford: University of Oxford, 2011.

CARDOSO, M., DAROLT, E. & REIS, C. Mídia e Desastres Socioambientais: os Meios de Comunicação nas Enchentes do Vale do Itajaí (SC) de 1983 à 2011. In: 7º Encontro Nacional da Anppas, 2015, Brasília (DF), v. 1, p. 1-13, 2015.

COOPER, G.P. et al. Twitter as a potential disaster risk reduction tool. Part I: Introduction, terminology, research and operational applications. PLOS Currents Disasters, v.7, p. 1-19, 2015.

COTTLE, S. Environmental Conflict in a Global, Media Age: Beyond Dualisms. In: LESTER, L.; HUTCHINS, B. (Eds.) Environmental conflict and the media publisher. New York: Peter Lang Publishing, 2013.

DAROLT, E.; GARROTE, M.; REIS, C. As vozes de uma catástrofe: o relato dos comunicadores das emissoras de rádio AM durante as enchentes da década de 1980 e do desastre sócio ambiental de 2008 em Blumenau (SC). In: KLOCKNER, L. PRATA, N. (Org.) Mídia sonora em 4 Dimensões. História da mídia sonora, EDIPUCRS, Porto Alegre, 27-41, 2011.

DAROLT, E.; REIS C. A participação dos ouvintes na geração de informação no rádio: Enchentes da década de 1980 e novembro de 2008 em Blumenau, a partir da percepção dos profissionais do meio. Novo Hamburgo: XI Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sul, 2010.

FRANK, B. Uma abordagem para o gerenciamento ambiental a Bacia Hidrográfica do Rio Itajaí, com ênfase no problema das enchentes. Tese de Doutorado. Florianópolis, 1995.

GLOBAL VOICES. Cheias no Brasil: blogueiros formam redes de solidariedade. Recuperado de: http://pt.globalvoicesonline.org/2008/11/30/cheias-no-brasil-blogueiros-formam-redes-desolidariedade/, 2009.

GUION, D.; SCAMMON, D.L.; BORDERS, A.L. Weathering the storm: A social marketing perspective on disaster preparedness and response with lessons from hurricane Katrina. Journal of Public Policy & Marketing, v.26, n.1, p. 20-32, 2007.

HADDOW, G.; HADDOW, K.S. Disaster communications in a changing media world. Oxford: Butterworth-Heinemann, 2008.

HILTZ, S.R.; PLOTNICK, L. Dealing with information overload when using social media for emergency management: emerging solutions. In: HILTZ et al (Org). Information overload when using social media. Proceedings of the 10th International ISCRAM Conference – Baden-Baden, Germany, 2013.

HUGHES, A.; PALEN, L.; PETERSON, S. Social media and emergency management. In: TRAINOR, J.; SUBBIO, T. (Ed.) Critical Issues in Disaster Science and Management: a dialogue between researchers and practitioners, p. 349-381, 2014.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). PNAD Contínua TIC 2017: Internet chega a três em cada quatro domicílios do país, 2018. Recuperado de: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/23445-pnad-continua-tic-2017-internet-chega-a-tres-em-cada-quatro-domicilios-do-pais.

KOVACH, B.; ROSENSTIEL, T. The elements of journalism: what news-people should know and the public should expect. NewYork: Three Rivers Press, 2001.

LAITURI, M.; KODRICH, K. On Line Disaster Response Community: People as Sensors of High Magnitude Disasters Using Internet GIS. Sensors, n. 8, 2008.

LEITCH, A.; BOHENSKY, E. Return to ‘a new normal’: Discourses of resilience to natural disasters in Australian newspapers 2006–2010. Global Environmental Change, v. 26, p. 14–26, 2014.

LUDWIG, L. As tecnologias da informação e comunicação (TICs) na gestão dos riscos de desastres: o caso do AlertaBlu em Blumenau/SC. Dissertação. Programa de pós-graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR), Universidade Regional de Blumenau (FURB), 2017.

MACIAS, W.; HILYARD, K.; FREIMUTH, V. Blog functions as risk and crisis communication during Hurricane Katrina. Journal of Computer-Mediated Communication, v. 15, p. 1–31, 2009.

MATTEDI, M.A. Subsídios para a análise das relações da sociedade: Natureza no Vale do Itajaí. In: THEIS, I. M.; MATTEDI, M. A.; TOMIO, F. R. L. (Org.). Nosso passado (in) comum. Contribuições para o debate sobre a história e a historiografia de Blumenau. Blumenau: Edifurb/Ed. Cultura em Movimento, 215-241, 2000.

McLAUGHLIN, L. Hard lessons learned. Tracking changes in media presentations of religion and religious aid mobilization after the 1995 and 2011 disasters in Japan. Asian Ethnology, v.75, n.1, 2016.

MILES, B.; MORSE, S. The role of news media in natural disaster risk and recovery. Ecological Economics, v. 63, n.2-3, p. 365-373, 2007.

MOURA, E.N.; FRENZEL, A.S; MOURA, I.I. Inundações no Meio Urbano e Vulnerabilidade Social: estudo de caso em Curitiba, Brasil. Redes (Santa Cruz do Sul. Online), v. 24, n. 2, 2019.

PALEN, L.; LIU, S.B. Citizen Communications in Crisis: Anticipating a Future of ICTsupported Public Participation. In: Proceedings of the 2007 Conference on Human Factors in Computing Systems (CHI 2007), New York, ACM Press, 727–736, 2007.

PANTTII, M.; WAHL-JORGESSEN, K.; COTTLE, S. Disasters and the media. New York: Peter Lang Publishing, 2012.

PÉREZ-LUGO, M. The mass media and disaster awareness in Puerto Rico. A case study of the floods in Barrio Tortugo. Organization Environment, v.14, n.1, p.55-73, 2001.

QUARANTELLI, E. Lessons from research: findings on mass communication system behavior in the pre, trans, and postimpact periods of disasters. Newark, NJ: Disaster Research Center, University of Delaware, 1991.

REIS, C.; CARDOSO, M. O histórico papel do Jornal de Santa Catarina na cobertura das enchentes do Vale do Itajaí. In: Encontro regional sul de história da mídia, Florianópolis/Brasil, 2014.

REIS, C.; DAROLT, E. A contribuição da internet para a cobertura das emissoras de rádio de Blumenau/SC durante o desastre socioambiental de 2008: uma análise a partir da percepção dos profissionais do meio. Linguagens - Revista de Letras, Artes e Comunicação, v.3, n.3, p. 313-324, 2009.

REIS, C.; MATTEDI, M.A.; REIMONDO BARRIOS, Y. Mídia e desastres: panorama da produção científica internacional de 1996 a 2016. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, v. 40, n.2, p. 77-92, 2017.

REIS, C.; ZABOENCO, G. A. O relato do desastre socioambiental de novembro de 2008 em Blumenau (SC) nas redes sociais da internet. V Encontro Nacional da ANPPAS. Florianópolis, 2010.

REIS, C.; ZUCCO, F. D. The relationship between the crisis committee and the media during the disaster of November 2008 in Blumenau (SC): Implications for dialogue with the community. In: BRASIL-USA MASS COMMUNICATION CONFERENCE, Chicago/USA, 2012.

REIS, C.; ZUCCO, F. D.; DAROLT, E. La comunicación del ayuntamiento de Blumenau (Brasil) durante el desastre natural de noviembre de 2008: El reto de la planificación a largo plazo. Anuario Estudios en Comunicación Social Disertaciones, v.6, n.1, p. 86-105, 2013.

SONNETT, J.; JOHNSON, K.; DOLAN, M. Priming implicit racism in television news: visual and verbal limitations on diversity. Sociological Forum, v.30, n.2, 2015.

SPENCE, P.R.; LACHLAN, K.A.; GRIFFIN, D.R. Crisis communication, race, and natural disasters. Journal of Black Studies, v.37, p. 539-562, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v26i0.13997

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo