Alianças público-privadas para a inovação: o caso dos Consorcios Regionales de Innovación liderados pelo Instituto Nacional de Investigación Agropecuária do Uruguai

Rodrigo Saldías, João Augusto Rossi Borges, Natália Carrão Winckler

Resumo


As alianças público-privadas constituem uma estratégia para a melhoria da eficiência na geração de inovações num contexto mundial, onde o aumento da competitividade é fundamental para as empresas. Embora o ambiente público e o empresarial apresentem interesses diferentes, é possível determinar um espaço comum para este tipo de aliança, orientado à geração do conhecimento em um ambiente mais ciente da realidade empresarial e produtiva. Como exemplo deste tipo de aliança, o Instituto Nacional de Investigación Agropecuária do Uruguai (INIA) está passando pelo processo de implementação do Consorcio Regional de Innovación (CRI) na cadeia de produção do leite no Uruguai, com o intuito de facilitar o desenvolvimento das atividades de Pesquisa e Desenvolvimento orientadas à inovação. Assim, este trabalho, através de uma pesquisa exploratória e documental, descreve o exemplo do INIA e, com base em literatura sobre alianças público-privadas, discute a sua importância no contexto de desenvolvimento uruguaio.

Palavras-chave


Alianças público-privadas; Inovação; Transferência de Tecnologia; Instituto Nacional de Investigación Agropecuária; Uruguai.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v17i1.1660

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo