As relações entre o produtor rural, a cooperativa e a indústria na produção do biodiesel sob a ótica da ECT

Alexandre de Melo Abicht, Alessandra Carla Ceolin, Paulo Rodrigo Ramos Xavier Pereira, Augusto Ormazabal de Faria Corrêa

Resumo


O presente artigo analisa as relações existentes entre o agricultor familiar, as cooperativas de agricultores familiares, as indústrias produtoras de biodiesel e órgãos reguladores governamentais sob a ótica da Economia dos Custos de Transação (ECT). Como referencial teórico buscou-se literatura a respeito da ECT, cooperativismo, biodiesel e agricultura familiar. Para exequibilidade deste artigo foi realizada pesquisa exploratória, bibliográfica e coleta de dados junto a unidades produtoras de biodiesel, centros de pesquisa e universidade. Na análise e discussão de resultados, através da união entre a fundamentação teórica e a coleta de dados, foram demonstradas as possibilidades que o produtor rural possui para negociar a sua produção, seja diretamente com a indústria, ou, indiretamente, através das cooperativas. Por fim, foram realizadas algumas considerações finais em torno do tema proposto, bem como sugestões para novas pesquisas.

Palavras-chave


Especificidade de Ativos, biodiesel, agricultura familiar, cooperativismo.

Texto completo:

ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v19i1.2197

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo