A abordagem territorial do desenvolvimento a partir da perspectiva relacional: uma proposta teórica preliminar

Joana Vaz Moura, Ivaldo Sousa Moreira

Resumo


A discussão do desenvolvimento territorial vem ganhando ênfase tanto em trabalhos acadêmicos como em termos de estratégias de politicas públicas voltadas ao mundo rural. Esta abordagem tem se orientado nos diferentes lócus de relações e processos sociais, econômicos, políticos e culturais. Entretanto, conforme já destacado por Abramovay (2008), a literatura se caracteriza por uma ausência de fundamentos teóricos consistentes para entender a noção de desenvolvimento territorial. Percebe-se a falta de um referencial teórico mais adequado capaz de produzir reflexões sobre as interações sociais. Assim, este artigo tem como objetivo propor um referencial teórico a partir de uma abordagem relacional, identificada nas obras de Bourdieu (1989; 2000), Norbert Elias (1994; 2000) e Neil Fligstein (2005), que permite avançar no tratamento analítico de alguns fatores (arranjo institucional, relações e laços sociais). Através da abordagem relacional é possível questionar as comparações, próprias dos estudos sobre desenvolvimento territorial, que buscam nos fatores intangíveis (a exemplo do capital social) os elementos explicativos das diferenças entre certas regiões (ABRAMOVAY, 2007), deixando de perceber o território como um espaço de pertencimento, de diversidade, de relações de poder e de conflitos, no qual interagem atores marcados por diversas orientações e mantendo diferentes relações com as políticas públicas.

Palavras-chave


desenvolvimento territorial, abordagem relacional, relações sociais.

Texto completo:

ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v19i1.2454

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo