A construção do conhecimento socioambiental na gestão do espaço rural: o caso de Derrubadas – RS

Dhonathã Santo Rigo, Pedro Selvino Neumann, Paulo Roberto Cardoso da Silveira

Resumo


A inadequada ocupação de áreas rurais e a intensa exploração dos recursos naturais caracterizadas pelo uso conflitivo do solo, bem como, pelo processo de alienação educacional e produtivo ao qual a população rural é submetida, aprofunda problemas socioambientais já identificados ao final do século passado. O trabalho se propõe a estudar a realidade complexa da zona rural do Município de Derrubadas, como um esforço de construção de conhecimento e análise, identificando o design paisagístico e sob a diversidade dos fatores naturais e sociais presentes, zonas relativamente homogêneas e as especificidades socioambientais presentes em uma delas. Na realização do estudo, foram utilizados procedimentos metodológicos e técnicas apropriadas para abordagens qualitativa e quantitativa. Fez-se o uso da análise dos dados secundários, leitura da paisagem, entrevista com informantes qualificados e com a comunidade envolvida, além da construção de mapas temáticos utilizando o software spring e da análise físico-química de amostras de água. Como resultado, evidenciou-se a forma desigual de ocupação do espaço rural do município, com grande concentração de sua população em áreas rurais fragilizadas, de baixa aptidão para uso agrícola, limitada do ponto de vista produtivo e fundiária. Para a comunidade estudada, a aposentadoria e o beneficio assistencial (bolsa família) estão presentes na renda de 75% das famílias entrevistadas. Do resultado da análise de água, praticamente todas as fontes se mantiveram fora dos padrões de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde, principalmente pela presença de coliformes totais e fecais. Esses resultados estão fortemente relacionados às condições sociais encontradas para a comunidade, onde 42% das famílias não possuem banheiro interno e, em 50% das casas, os dejetos são destinados a céu aberto. Aliado a essa variável, a falta de planejamento paisagístico ambiental das áreas, principalmente de região de nascentes, contribuem para agravar os níveis de contaminação encontrados e evidencia a problemática socioambiental de tal comunidade.

Palavras-chave


Diagnostico dos Sistemas Agrários. Conhecimento Socioambiental. Unidade de Conservação.

Texto completo:

Artigo


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v20i2.2472

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo