Crescimento econômico brasileiro e emissão de CO2

Cleyzer Adrian Cunha, Paulo Roberto Scalco

Resumo


O objetivo deste trabalho é verificar empiricamente a relação entre o produto per capita e a emissão de CO2 no Brasil no período de 1980 a 2006. O escopo do trabalho se restringiu a este recurso natural devido ao seu papel para a atividade econômica, como importante insumo no processo produtivo na matriz energética brasileira. Dentre os principais resultados, destaca-se que existe uma relação de longo prazo e de causalidade simultânea entre as variáveis PIB per capita e emissão de CO2. Essa evidência, somada ao fato de que as séries utilizadas não eram estacionárias em nível, impossibilitou estimar a Curva de Kuznets Ambiental (EKC), que é a principal base teórica utilizada nos trabalhos empíricos relacionados ao tema. Nesse sentido, um modelo VAR/VEC foi estimado e a elasticidade encontrada entre crescimento econômico e emissão de CO2 foi de 7,32, ou seja, no longo prazo, podemos inferir que um aumento de 1% no PIB per capita eleva em 7,32%, as emissões de CO2 decorrentes da utilização de petróleo.

Palavras-chave


Curva de Kuznets Ambiental, crescimento econômico e emissão.

Texto completo:

ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v18i2.2584

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo