Os arranjos produtivos locais na região de Ourinhos – SP – Brasil: dinâmica socioprodutiva e desenvolvimento territorial

Lucas Labigalini Fuini, Ivana Iyulka Hori

Resumo


Este artigo busca desenvolver uma análise sobre as evidências territoriais da discussão sobre Arranjos Produtivos Locais, os APLs, utilizando como escala espacial de análise o regional, mais precisamente a Região de Governo de Ourinhos. Forma de organização industrial emergente nos anos 1990, os APLs expressam concentrações localizadas de empresas especializadas em mesmo ramo de atividade e que estabelecem parcerias entre si e com outras instituições, tendo impactos variáveis sobre o desenvolvimento e a governança das localidades. Longe de esgotar esse debate, consideramos o modelo de APLs como uma estratégia específica de desenvolvimento para os territórios e seus pequenos negócios, apesar de suas fragilidades operacionais institucionais e financeiras. Além disso, colocamos como hipótese de trabalho que existem aglomerações e APLs potenciais na região de Ourinhos que ainda são desconhecidos e não receberam aporte institucional e financeiro do Estado, ficando à margem dos benefícios econômicos do desenvolvimento local, pois que se encontram desorganizados ou organizados precariamente. Rastreando o quadro nacional e local de políticas para arranjos e aglomerações produtivas, acentua-se o viés do desenvolvimento em APLs como aquele pautado em recursos, instituições e redes locais, dependentes, no entanto, das escalas maiores de ação governamental. Posto isso, propomos uma metodologia de análise alicerçada em pesquisa de dados documentais e estatísticos (IBGE e RAIS), propondo uma investigação à luz dos objetivos de identificar as principais aglomerações industriais presentes na região estudada, reconhecendo sua dinamicidade para as economias locais e a pertinência ou não de se considerar algumas aglomerações industriais como APLs.

Palavras-chave


Arranjos produtivos locais, aglomerações, desenvolvimento territorial, Região de Governo, Ourinhos.

Texto completo:

ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v19i1.3083

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo