Crédito rural como fator determinante para as exportações brasileiras de soja em grão, junho de 2000 a janeiro de 2010

Graciela Aparecida Profeta, Marilia Fernandes Maciel Gomes, Dênis Antônio Cunha, Viviani Silva Lirio

Resumo


O crédito rural foi considerado um insumo capaz de aumentar a produção brasileira de soja, deslocando a curva de oferta interna para a direita e gerando excedentes exportáveis do grão. O objetivo principal do trabalho foi analisar os efeitos do crédito rural nas exportações brasileiras de soja em grão no período de junho de 2000 a janeiro de 2010. O suporte teórico utilizado foi a teoria da produção e da oferta de exportação. Os resultados obtidos, por meio do modelo de correção de erros (VEC), indicaram que o crédito rural foi um dos determinantes mais significativos para evolução das exportações brasileiras de soja, ficando atrás somente da taxa de câmbio. O crédito apresentou relacionamento positivo e direto com a quantidade ofertada exibindo o segundo maior coeficiente de elasticidade estimado.

Palavras-chave


Crédito rural, exportações brasileiras de soja, VEC.

Texto completo:

ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v19i1.3227

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo