Reflexões sobre a relação entre a expansão imobiliária e a produção do espaço do Município de Campo Mourão - PR, Brasil

Marcos Clair Bovo, Solange Aparecida Loch, Juliano Domingues da Silva

Resumo


O espaço urbano apresenta um processo dinâmico de transformação que é influenciado, com maior ou menor intensidade, pelos proprietários dos meios de produção, proprietários de terras, promotores imobiliários, o Estado e grupos sociais excluídos. Esta pesquisa tem por objetivo demonstrar que a produção do espaço urbano e a expansão imobiliária em Campo Mourão - PR, Brasil, foram estimuladas pelo financiamento público, em especial o Programa Minha Casa Minha Vida – PMCMV do governo federal, contribuindo para a produção do espaço urbano com fins de especulação imobiliária e provocando a segregação espacial. Por meio da utilização de mapas da área urbana do município, imagens aéreas dos bairros Jardim Albuquerque e Conjunto Cohapar, e indicadores habitacionais do Censo Demográfico 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, foi possível observar a influência do financiamento público sobre a produção do espaço urbano de Campo Mourão, o que provocou um aumento na valorização dos imóveis, aumentando a segregação espacial.

Palavras-chave


Produção do Espaço. Segregação Espacial. Financiamento Público. Especulação Imobiliária.

Texto completo:

ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v20i3.4661

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo